domingo, 8 de julho de 2012

O Gato Escondido

Minha filhota, depois de olhar para a tela do computador por algum tempo sem nada fazer, encarou-me e disse: "Papai, me ajuda a fazer uma estorinha?"; mas eu queria fazer um churrasco pro almoço, estourar uma cerveja gelada, assistir ao jogo do mengão (péssimo futebol), enfim, encarei-a de volta e disse: "e por que você não faz sozinha? Você sabe contar estórias!"
A medida que uma página (ou foto no paint) ia ganhando forma escrita e desenhada, o churrasco perdia completamente a importância e a cerveja já havia ido para as cucuias... Coisa de gente que baba, mesmo; eu sou desses.
Minha filha ali no computador produzindo Literatura sozinha e o sentimento aquoso que a notícia do Gabriel G. Marquez fez inundaram-me.
A vida não é assim mesmo?
Quis corrigir e pontuar, mas, quer saber? Literatura é viva e movimenta-se. Deixa a gramática pra lá. Clarice tem 06 anos!





Um comentário:

sandra camurça disse...

talentosa a menina Clarice, puxou ao pai :)
beijão