terça-feira, 18 de maio de 2010

CATARSE

Busco me esvaziar

Me purificar

Me exorcizar

Evadir,evacuar,escapar

Limpar a alma

Faxinar o coração e mente

Passar por um processo de catarse

Esvaziar meu relicário

Jogar fora as lembranças,o passado , a dor

Alcançar a nitidez da alma , da aura , do espírito

Me olhar no espelho

Me enxergar novamente

Ver belos olhos

Lindas gargalhadas

Novas paixões

Belos amores , odores e sabores

.

( Ana Cristina Rocha)

.

4 comentários:

Renato Couto disse...

Eu,
ao inverso;
Guardo no porão,
um monte de coisas inúteis.
Tive amores inúteis,
outras viagens inúteis
e ainda mais:
Tantos poemas inúteis,
trancados na gaveta.

ana disse...

Essa catarse é a que todos nós queremos.
Lindo!

Ana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana disse...

Pois eu não guardo nada. Escrevo , choro , fala , grito , berro.... só assim me renovo.