sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Biblioteca Solano Trindade

Amigos blogueiros, bisbilhotando a rede social de uma colega de trabalho (não, não estava taradamente olhando para fotos comprometedoras, eu sou um homem sério... Ou quase sexualmente fiel), percebi o seu entusiasmo com uma biblioteca comunitária lá na sua terra: Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, aqui no Rio, e resolvi telefonar.

A biblioteca, hoje, também é reconhecida pelo Governo Federal, pois o governo dá auxílio para iniciativas particulares de incentivo à leitura.

Gostaria de discorrer toda a minha emoção, mas peço que dêem um pulinho no blogue deles e conheçam, com os olhos virtuais, o trabalho desenvolvido. Acredito, sinceramente, que este mundo ainda não explodiu porque tem gente que (ainda) ama estar nele. Esse pessoal é um exemplo disso.





http://bibliotecasolanotrindade.blogspot.com/

.

...E por falar nisso, Solano Trindade foi uma pequeno-grande poeta, capaz de "cometer" esta simples-engajada-maravilha:

TEM GENTE COM FOME

Trem sujo da Leopoldina
correndo correndo
parece dizer
tem gente com fome
tem gente com fome
tem gente com fome

Piiiiii

Estação de Caxias
de novo a dizer
de novo a correr
tem gente com fome
tem gente com fome
tem gente com fome

Vigário Geral
Lucas
Cordovil
Brás de Pina
Penha Circular
Estação da Penha
Olaria
Ramos
Bom Sucesso
Carlos Chagas
Triagem, Mauá
trem sujo da Leopoldina
correndo correndo
parece dzier
tem gente com fome
tem gente com fome
tem gente com fome

Tantas caras tristes
querendo chegar
em algum destino
em algum lugar

Trem sujo da Leopoldina
correndo correndo
parece dizer
tem gente com fome
tem gente com fome
tem gente com fome

Só nas estações
quando vai parando
lentamente começa a dizer
se tem gente com fome
dá de comer
se tem gente com fome
dá de comer
se tem gente com fome
dá de comer

Mas o freio de ar
todo autoritário
manda o trem calar
Psiuuuuuuuuuuu

6 comentários:

Lucélia Flores disse...

Marcelo, ADOREI!!! Realmente, quando eu e o Marco estivemos lá, sentimos essa emoção que vc descreve. Uma emoção que nos faz acreditar no ser humano. Vou contar agorinha pro Antonio, pois ele como nós, é gente que rala, e rala muito pra manter esta biblioteca em funcionamento. Até os filhos de Solano Trindade reconhceram e aprovam este maravilhoso trabalho chegando ao ponto do Antonio e algumas crianças que frequentam o espaço viajarem até Embu das Artes, a convite dos filhos de Solano para apresentarem seus trabalhos.
É isso aí, nossa rede tá se fortalecendo com iniciativas como a sua. Parabéns por divulgar.

Marcelo F. Carvalho disse...

Lu, minha querida, bom te ver por aqui!
A matéria também está lá no Algodão. Vamos ver se atingimos um número legal de pessoas.
_________________________
Abraço forte!

Halem disse...

Pois é, Marcelo, descobri essa iniciativa no blog da Olga, o "Arenas Cariocas". Negócio de emocionar. Um abraço.

Vais disse...

Olá Professor,
que maravilha de postagem, de divulgação, de iniciativa.
Parabéns pra todas e todos que estão envolvidos.
Marcelo, tem um mimo pra você bem aqui www.aosabordotoque.blogspot.com
hehehe
abração

um z ninguém disse...

grande achado, Professor Xará! abç

sandra camurça disse...

Muito bom, Marcelo, excelente!
Beijos