segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Bienal do Livro 2009 (RJ)

Estava na Bienal domingo. Realmente, devido ao insuportável número de pessoas, estava difícil de transitar (leia-se aproveitar melhor os stands e livros), mas não teve jeito – minha patroa trabalha aos sábados e só tem tempo neste dia.

Valeu a pena? Valeu por dois motivos: Ziraldo autografando um livro para minha filhota e sendo o que sabemos que o Ziraldo é (simpático ao extremo, prosador, belíssimo) e porque, de repente, não mais que de repente, deparei-me com Leonardo Boff, este encantador iluminado!

Valeu o dia? Não. Os livros, como sempre, muito caros, comida muito cara e entrada a R$12,00. Pena para quem, como eu, não dispõe de “tutu” para aproveitar à Bienal e sair de lá com alguns livros debaixo do braço.

Pena para todos.


Minha filhota: Clarice

O homem lindo: Ziraldo


O Encantador: Leonardo


3 comentários:

Halem Souza disse...

Ué, rapaz, apesar dos preços salgados (12 reais a entrada é sacanagem!), creio que você aproveitou bem essa visita à Bienal. Um abraço.

Jens disse...

Concordo com o camarada Halem e acrescento uma observação: que inveja!

Um abraço.

Jens disse...

PS: uma graça, a filhota.